terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Eterno


Não precisamos de muita coisa

Queremos só um pouco do muito

Um pequeno minuto de intensidade

Que transformamos numa vida inteira

...

E juntos, somos carne e alma

Somos, e não há erro

É exato

Verdadeiro

e eterno.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Do céu que eu invento

O meu eu não requer nenhuma condição.

Ele se comove sem necessidade

depois adormece em crises,

acorda mudo e sabedor das causas.

Todas elas minhas filhas, criadas com apreço

e mortas sem piedade, ou lamento.

É fato que dói e passa.

E eu passo a ser pássaro,

do céu que eu invento.

domingo, 30 de outubro de 2011

No céu, no sonho...


Dei-me a um céu que não chamo céu.

E lá estive quando era a luz que atravessava as nuvens

e o fogo que incendiava os lençóis.

Não vi anjos, nem portões, nem ouro.

Vi-me tão Afrodite, tão humana, tão menina...

E se a razão às vezes dói, é porque sonho.

E gostar de sonhar, é viver e nada mais.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Sentimentos agudos

Numerosas sensações despertam um sentir exato e incontestável

onde a mansidão das palavras é um desprender de folhas ao vento

Junto ao furor das tempestades maiores.

Estes teus olhos pueris, oferecem-me a paz e o silêncio;

Enquanto suas mãos exageradas me tocam.

Sinto um irremediável desejo visceral de tudo

Enquanto nada fizemos ainda.

Sonhamos tão perto, e sonhamos tão longe.

E o que é distância?

Não é nada quando um já reside no outro

desde muito tempo.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Percepções lúcidas


De um lado a alma que acredita que tudo pode ser diferente, porque é diferente desde antes da existência de qualquer coisa, e do outro a alma que por amor, evita o sofrimento.

São almas gêmeas, todos dizem, e suas próprias almas também.

E eles?

Um acredita em um único sonho diante de milhões de possibilidades, e o outro acredita não ser o sonho de ninguém.

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP