quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Sentimentos agudos

Numerosas sensações despertam um sentir exato e incontestável

onde a mansidão das palavras é um desprender de folhas ao vento

Junto ao furor das tempestades maiores.

Estes teus olhos pueris, oferecem-me a paz e o silêncio;

Enquanto suas mãos exageradas me tocam.

Sinto um irremediável desejo visceral de tudo

Enquanto nada fizemos ainda.

Sonhamos tão perto, e sonhamos tão longe.

E o que é distância?

Não é nada quando um já reside no outro

desde muito tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP