quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Tudo no nada


Olhos...
Atentos
Mãos...
Inquietas
Respiração...
Arrítmica
Pele...
Ardente
Voz...
Suave
Toque...
Êxtase
Sabor...
Das delícias
Contato...
Delírio
Mãos...
A apertar
Voz...
A gemer
Pele...
A se queimar
Respiração...
A explodir
Movimentos...
A alucinar
Prazer...
Sem conta
Prazer...
Inédito
Prazer...
Prazer!

6 comentários:

  1. ... sinto tanta faltaaaaaaa da pessoa que me deixa assim...

    Adorei, belissimo

    ResponderExcluir
  2. Jacque...

    Belo... Intenso! Sensual!
    Tuas palavras despertam todas as emoções, todos os desejos!

    Beijosss
    AL

    ResponderExcluir
  3. Oi, Jacque! Pois é, alguém que nos deixa assim, faz uma falta enorme!

    Beijo, linda!

    ResponderExcluir
  4. AL,

    Sensual, também acho... Gosto do ritmo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Ahh,que bom que gostou, Guilherme! Volte sempre! É um prazer tê-lo aqui!

    Beijos!

    ResponderExcluir

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP