quarta-feira, 14 de julho de 2010

Quase um desespero...

Do vago silêncio delongado ao grito incontido de desejo:
Quero- te, amor!
E assim, cá estou a espreitar teu tempo.
Perseguindo-te em sonhos.
Desejando-te por completo.

É quase um desespero...
O peito em aflição e êxtase se corrói.
Os olhos sondam cada gesto.
O coração parece retalhado.
Dói e não dói.
É dor que sana com o sorriso que me dá.
É um toque de mão desesperado.
É sentimento em fogo.
É o exato que em hora certa se fará.

Sofro da angústia dos que amam.
E alegro-me como jamais pensei.
Resisto até as lágrimas que não ousam.
Para dizer-te que meus sentidos clamam
por cada beijo que ainda não te dei.

16 comentários:

  1. Que pergunta dificio essa "O que sentiu sua alma ?" é mais simples falar o que nao senti !(porque quase nada sobrou para sentir) .....este poema me fez passar um misto de alegria com dor com ternura ,e em muitos momentos senti quase que caricias de amor e muitas outras coisas.....nossa perfeito ,sem palavras vc a cada dia se supera mais e mais !

    ResponderExcluir
  2. "Sofro da angústia dos que amam.
    E alegro-me como jamais pensei.
    Resisto até as lágrimas que não ousam.
    Para dizer-te que meus sentidos clamam
    por cada beijo que ainda não te dei."

    O beijo ainda não dado. Não porque ainda não se teve oportunidade de beijar, mas, sim, porque queremos beijar mais e mais e mais.

    Sentimos ansiedade.
    És o verdadeiro amor. Aquele que dói e não dói.

    Amor sob controle não existe.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. nas entrelinhas do meu viver, ando em paralelo com você...

    Nomes iguais, sentimentos equiparados, em duas vias trafegantes...

    Divino ar de amor e insanidade ^^

    ResponderExcluir
  4. Olá Jacque

    Adorei a realidade do amor forte, que não aguenta ficar sem a pessoa que ama.Um amor incontido que sofre pela espera e ao mesmo tempo se alegra quando ama. Muito profundo adorei. Estou com novo blog e agora com poesias de autores diferentes,e também minhas e de colegas, peço sua visita e opinião. www.pensandonaspalavras.blogspot.com.Sua opinião é muito importante.

    Um Abraço

    ResponderExcluir
  5. passando pra dizer que estou sempre aki, Jacque =) sempre....com mtas saudades

    ResponderExcluir
  6. "Sofro da angústia dos que amam.
    E alegro-me como jamais pensei.
    Resisto até as lágrimas que não ousam.
    Para dizer-te que meus sentidos clamam
    por cada beijo que ainda não te dei."

    Que lindo!
    Vim pelo blog do Olavo conhecer o seu e fiquei impressionada com os seus poemas
    Parabéns
    :)
    Adorei e vou te seguir
    Boa Quinta pra vc
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  7. Depois de muito tempo retorno ao paraíso dos sonetos lindos. Grande abraço serei sempe teu amigo. Uma boa semana.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Andrei! Somos poetas, meu amigo, deixemos impresso em versos todos os nossos sentimentos!

    Um beijo da Profe!

    ResponderExcluir
  9. Obrigada, Daniel! Você elucidou brilhantemente meus versos!

    É isso mesmo, o amor dói e não dói!

    Bjo! Saudade!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Xará! Seu nome é escrito exatamente como o meu! E pelo que vejo, nossos sentimentos também!

    Façamos versos então, minha linda! Seja bem vinda!

    ResponderExcluir
  11. Fabiano, estarei lá, pode ter certeza!

    Obrigada por seu comentário tão certeiro!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Arthur, te gosto muito. Obrigada por tudo!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Dustin, seja bem vindo ao Poética! Fico imensamente feliz!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  14. Gaby, seja bem vinda! Que bom que se identificou com meus versos!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  15. Antônio, meu nobre poeta! Nos afastamos, mas jamais esquecemos. A poesia é assim, une a todos nós! Me espere por lá!

    Beijo!

    ResponderExcluir

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP