sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Motivos


O mundo continua igual. Amamos, odiamos, sorrimos e choramos, e o mundo é sempre o mesmo. Quando digo que nada muda, eu estou certa como nunca estive em toda a minha vida. O segredo é mudar as atitudes, mudar a consciência, mudar as rotas e jamais o que somos. As pessoas usam uma centena de desculpas. Acham-se menores, insuficientes, traumatizadas... Estou cansada de gente traumatizada, desconfiada, depressiva!!! Eu sei, que não é nada romântico ou poético o tom das minhas palavras de agora, não estou nem aí! Aqui é território livre.

O bom dessa vida é encontrar respostas sozinhos, aliás, é assim que encontramos as respostas exatas, observando e entendendo a nós mesmos. Se alguém te fez sofrer, te decepcionou, traiu sua confiança, te usou ou mentiu, saiba tirar proveito disso. Encontre motivos, encontre pessoas, encontre você mesmo. Vá ver o mundo lá fora! Saia, mas, não para “noitadas” se isso nem te interessa. Saia para curtir as cores da vida, o sorriso das crianças, as histórias dos velhos... Vá ver a vida acontecendo. Abrace as pessoas, mas, as pessoas reais e não as que você sequer nunca viu. Beije como se fosse a última coisa que irá fazer na vida, ame de coração livre e não se prenda ao passado. Que mania besta que as pessoas têm de se acorrentarem aos fatos mortos, isso só traz melancolia, e gente melancólica é chata pra caramba!

Há tanto o que aprender e entender e a maioria fica morrendo devagar... Credo, tem coisa pior que morrer aos poucos? Mas, a vida é feita mesmo de escolhas, eu escolhi escrever esse texto que talvez nem faça sentido à ninguém, mas, pra mim é extremamente importante, pois foi observando a vida que encontrei o sentido de se estar aqui nesse mundo e escrevendo nesse momento.

Aprendi a ouvir, a contemplar e a agradecer. Aprendi que o amor existe sim e, antes de qualquer coisa, devemos amar o que somos e nos aceitar todos os dias. Nada de agradar para ser aceito, que bobagem! . Não se preocupe em ficar reverenciando as pessoas, (eu já fiz isso e sofri horrores, rs!) preocupe-se em fazer o bem e aprender. A vida vale demais a pena.

Eu desejo o bem comum a todos, mesmo sendo algo impossível. O que me faz agir assim é sentir-se realmente feliz pelo que sou e por todas as vezes em que quebrei a cara, errando, caindo, levantando... Se não fosse assim, não teria graça, mas pra para que isso aconteça: VIVA! E encontre motivos para isso, há tantos, tantos... Hoje, depois de muito tempo, choveu aqui. Que coisa mais perfeita é a chuva... O cheirinho bom da terra, a água escorrendo, a brisa fresquinha... Ai.. ai... Um beijo, um abraço, um sorriso...
No fim, tudo vira poesia.

3 comentários:

  1. brilhante como todos... fazia tempo que não vinha aqui...teu cantinho continua belo
    parabens

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Texto sincero e reflexivo. Sempre bom voltar aqui!

    ResponderExcluir
  3. olha, mas uma vez eu lhe digo eu me identifico mt com teus posts, queria falar com você saber mais sobre você, porque muitas coisas q você escreve é como se estivesse mos na mesma linha da vida é ate engraçado, pessoas reais, nomes iguais, realidades diferentes, momento exato um ponto de encontro.

    meus blogs http://metamorfoseativa.blogspot.com/
    http://meunovograndeamor.blogspot.com/
    http://minutodepaixao2.blogspot.com/

    ResponderExcluir

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP