sábado, 17 de abril de 2010

Oscilantes sentimentalidades

Já não me basta somente olhar os girassóis sedentos pela luz.
Eu quero abraçar o brilho da intensidade e me comover com isso.
A chuva torrencial das minhas lágrimas diluiu todas as ilusões.
Faço uso do riso fácil agora em verdade destemido.
Meu orgulho vaidoso já não comporta oscilantes sentimentalidades.
Cansei da normalidade abusiva.
Quero é gritar do alto da montanha para que os pássaros ouçam:
- Vida, eis me aqui!

8 comentários:

  1. [mesmo com "espinhos no pé", com "cortes na mão", a vida é aqui!]

    um imenso abraço, Jacque

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
  2. ...
    Eih! Vida!!!
    Eu também tô aqui!
    Bjusss.
    ...

    ResponderExcluir
  3. deu vontade de gritar tambem ao te ler ^^

    Lindo demais o texto! amei! beijos flor (L)

    ResponderExcluir
  4. Leonardo,

    E segue a vida... Segue a espera das alegrias!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  5. Mikaele,

    Perfeito! Faremos alarde!!!

    Beijos, minha linda!

    ResponderExcluir
  6. Júlio,

    Oouuuuuuuu 0/ !

    hehehehe!

    Beijo, amigo!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Florzinha!!!

    Gritemos então, minha linda!!!

    Beijosssssssssss!

    ResponderExcluir

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP