quinta-feira, 29 de abril de 2010

A vida me abraça

Observo o mundo ao meu redor. Meu pensamento se revela em escolhas. Sou eu a escolher como quero estar hoje e o que posso fazer por mim daqui pra frente. O tempo passa e a cada dia sinto como se renovassem todas essas certezas. Morreram tantas coisas, nasceram tantas outras, e assim aprendo sobre mim e as pessoas. Domino meus dias, concentro meus sonhos e vivo na irremediável agonia de saber como será. Eu não perdi os sentimentos à beira do caminho, eles habitam ainda em meu peito que esperançoso ama, apenas ama. Olho meu sorriso no espelho e a lágrima que às vezes teima, faz apenas recordar que é preciso viver em plenitude. É preciso aceitar a liberdade que nos faz livrar a alma que tantas vezes viu-se acorrentada às velhas decepções que nossos olhos enxergavam, mas o coração cego, não aceitava. Hoje, não há exagero nos sentimentos, pois a vida não é feita de exagero e sim, de equilíbrio. Vivo um dia de cada vez, num tempo infinito. A vida me abraça quando o tempo para diante de motivos valiosos e simples que hoje me fazem ser o que sou. A vida me abraça quando junto a você eu estou.

4 comentários:

  1. Muitos dizem que não, mas a vida ganha novos tons quando estamos com alguém. Eu arriscaria dizer que só quando somos dois é que ficamos em paz, mesmo nos momentos de estar sozinho. E em paz enxergamos o mundo com outros olhos, mais tranquilos, dispostos a não deixar nenhum detalhe passar despercebido. A felicidade é uma consequência, ou talvez, a causa deste momento.

    Lindo post, Jacque!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Não consegui acessar minha amiga esse endereço que houve?


    http://sentimentosjacque.blogspot.com


    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Nossa...E assim me fez chorar...
    É muito bom ler aqui e sentir esta paz em singelas palavras. Muito bom incentivo pra um lindo recomeço.
    É consolo pra alma ter ler Jacque. Acredite você tem um dom abençoado por Deus. E o mais importante é que você sabe usa-lo perfeitamente.
    Desta sua humilde seguidora.
    Muitos beijos de flor.

    ResponderExcluir

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP