domingo, 2 de maio de 2010

É amor, vem...

Enxergo a significância das coisas:
O beijo que transcende,
o arrepio que corre a pele;
o corpo que pulsa nas mãos;
A alma que entende.
Entende de amor e paixão
segredos e sussurros
que em pecado ou oração,
entrega-se e deixa os mistérios plenos de sentidos...

Um comentário:

  1. que sentidos doces que me bateu no peito, ai mesmo que não fosse ja não tem jeito..me apaixonei por essas palavras...beijos

    ResponderExcluir

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP