quinta-feira, 10 de junho de 2010

Alma de poeta

Poesia foi um dia dor distorcida em palavra.
Foi agonia de noites sem sono,
solidão, solidez, abandono...
Minha alma enfim se aquieta.
Mas, quem disse que alma de poeta é quieta?

8 comentários:

  1. Quem disse?! E trate de deixar a sua totalmente aquieta, solta por entre as palavras que você tão bem sabe reunir.

    Abraço, linda Jacque!

    ResponderExcluir
  2. Hum, toda quietude se transforma em riso!!!

    Um beijo flor!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Jacque,

    Sobre o seu comentário no Diálogos Poéticos, deixei lá e transcrevo aqui:

    Na visão de Charles Dickens "As coisas mais bonitas do mundo são sombras."

    Cruz e Sousa já suspeitava e transmitiu das suas sombras os mais belos poemas que já tive a oportunidade de ler,

    Inspiro-me neste poeta das sombras,
    e diferente do que a normalidade ensina é na tristeza que aprendemos as maiores, se não, as melhores lições da vida..

    saudaçoes
    ..~*~..

    Ester

    ResponderExcluir
  4. Angel,

    Nunca em toda a minha vida a minha alma esteve tão inquietamente quieta! rs

    Beijoooooo, Anjo!

    ResponderExcluir
  5. Ju,

    Deve ser por isso, que os sorrisos não me abandonam mais!

    beijo, linda!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Domenium!

    Adoro você aqui!

    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ester!

    Que prazer tê-la aqui! Quanto a Cruz e Sousa, também o admiro grandemente. Ele é a expressão máxima do lirismo que permanece ao longo do tempo.

    Mas, como eu disse, é triste, incrivelmente triste. Eu sei que na tristeza é que aprendemos grandes lições, mas, cansei disso, entende?

    Eu tô cansada de ver pessoas chegarem no que deveria ser o auge da maturidade e abraçarem a tristeza como desculpa para suas mal sucedidas escolhas. Eu cansei desse ciclo: amo-choro-sofro-amo-choro-sofro...

    A vida não é só isso não, por isso, tornam-se tão repetitivos, assuntos eternos que nunca morrem, e por não morrerem vivem nos matando aos poucos.

    É isso.

    Obrigada por vir aqui enriquecer meu espaço :)

    ResponderExcluir

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP