segunda-feira, 11 de maio de 2009

Sem você



Um mais um tornam-se todos.
Todos nem sempre são muitos.
Muitos nem sempre são aqueles.
Aqueles nem sempre somos nós.
Nós nem sempre estamos sozinhos.
Sozinhos nem sempre são alguém.
Alguém jamais será você.
E sem você eu jamais serei eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP