segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Después de todo te amaré

O telefone toca umas três vezes, sei que és tu. Meu coração perde o compasso, minha respiração acelera-se, respiro fundo e atendo. Finjo sorrir ao telefone, para que sintas que estou bem. Mentira. Tu logo percebes que não é nada disso, mesmo assim, finjo. O cumprimento como o de costume, digo que está tudo bem e pergunto sobre ti. Tendo não absorver o sussurro da tua voz macia e gostosa, apenas escuto, deixo passar pelos ouvidos. Tento fazer isso a princípio, mas, não consigo.

Aos poucos, tu me envolves, dizendo-me das coisas de antes, da tua saudade e da imensa vontade de estar comigo. Pede-me para que eu te cuide, fala-me da estranheza do que somos, e de que me ama e me odeia ao mesmo tempo. Apenas ouço, e minha vontade nessa hora é ofendê-lo, dizer das mágoas e das lágrimas. Tendo falar, mas, tu não me deixas:
- Cala-te! Cala-te!
- Sim, calo-te com um beijo meu.

Fecho os olhos e ouço tua voz ao meu ouvido. Fico a imaginar tua mão em meu corpo e uma vontade queima-me por inteira. Sinto tua respiração ofegante dizendo-me:
-Ama-me! Ama-me, por agora!

O que somos? Loucos? Confirma-me isso pelo menos, pois se assim, louca eu sou, não há outra maneira de não amar-te. Amo e não sei o que somos e nem o que seremos, mas eu sei sobre tu e tu sabes sobre mim. Ama-me e odeia-me. Faço o mesmo por ti. Acolha-me em teus braços, por esta noite e não uma vida inteira. Sem promessas. Viver o que somos é o que importa. Faça como sempre, sussurre baixinho:

Después de todo te amaré
como si fuera siempre antes
como si de tanto esperar
sin que te viera ni llegaras
estuvieras eternamente
respirando cerca de mí.

Depois disso, peço que me espere, logo estarei chegando.

2 comentários:

  1. aah. nada como acolher e sentir-se acolhida,
    Doar-se .

    Achei um doce isso.
    (:
    Amei .

    ResponderExcluir
  2. Oi, flor mais linda!!

    Obrigada,

    Beijo grande.

    ResponderExcluir

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP