domingo, 6 de setembro de 2009

Apontamentos


Não pondero, sonho.
Não me sinto inspirada, deliro.
Tenho a face do que sou.
Pudera eu ser entendedora destas coisas.
Sou qualquer coisa além de mim.
Registro minha impaciência,
Pra que eu me veja quieta.
Olhar o nada é ruim.
Só dizer do que tenho.
Coração é o que tenho tanto.
Amor é o que sinto sempre.

2 comentários:

  1. "Sou qualquer coisa além de mim", gostei pacas desta frase.. por vezes olhar o nada é bom, ou como acordar e ficar olhando pro teto.. as vezes na correria não nos deixamos livres para tanto.. lembrei de uma frase do Manoel de Barros "Desaprender 8 horas por dia ensina"..

    ResponderExcluir
  2. "Amor é o que sinto sempre."

    Amor é o que nós, eternas amantes e sonhadoras sentimos...Aiaiai minha flor, quisera eu entender essas coisas que nosso coração as vezes deixa inquieto a nós...Quem nunca sofreu por amar, nunca amou...Lindissimo minha flor...acertaste em cheio! Beijos da sua amiga

    ResponderExcluir

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP