terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Eu te amo


Tantos sonhos em meu peito se despertam,
E a alma já não morre prematura.
Tenho a febre dos que amam em demasia.
Recubro-me dessas flores em candura,
E deixo-me levar ao som da mais bela melodia.

Sinto-me reviver em novos ares,
E alma desejosa queima em chamas,
Já não há em mim lamentos ou pesares,
Só quero ouvir de ti o quanto me amas.

E enquanto o tempo se desdobra,
E as auroras me trazem aquilo que já sei,
Irei deixar-te os versos que a esta folha sobra,
Para que saibas que cumpro o que um dia lhe jurei.

Pudera eu adiantar o dia do nosso beijo esperado,
E dizer-te sem demora desse meu desejo insano,
Que viveria e morreria contente ao teu lado,
Dizendo-te mil vezes: Eu te amo! Eu te amo!

2 comentários:

  1. e que ao ler isso ele deixe-se levar
    contigo nessa melodia!
    LINDO demais'

    e muito bom o novo layout.
    Bjos flor :*

    ResponderExcluir
  2. Jacque.
    Sorte de quem recebeu ou vai receber está bela poesia.
    Eu gosto de quem fala de amor, e se falar bem, melhor ainda.
    Parabéns pela poesia.
    Gostei daqui e vou te seguir.
    Esperoq que volte ao meu blog e me desculpe pela demora em responder.
    Beijos

    ResponderExcluir

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP