domingo, 30 de agosto de 2009

De mim que sou assim


Respostas sobre mim:
Não sei.
Não entendo.
Não sou.
Morro de alegria quando estou sofrendo.
Sofro de felicidade quando estou amando.
Sou a complexidade mais simples.
Sou a simplicidade mais sânscrita.
Conheço-me tanto que me perdi em meio ao que sou.
Rio até sangrar.
Choro até sorrir.
Amo até odiar.
Odeio até amar.
Perguntas sobre mim:
...(?)
Formule-as.

De mim que sou assim, e não de outro jeito, agrada-me.

Um comentário:

  1. Excelente!
    Vi apenas na tua expressão alguma tristeza
    que se refugia atrás dos óculos escuros.
    Pergunta? Não tenho... apenas uma afirmação.
    "Faz o favor de ser feliz"! e... Sorrir.
    É um prazer conhecer-te
    Vóny Ferreira

    ResponderExcluir

O que sentiu sua alma?

Vida

Vida
Há muito o que ser escrito...

A quem siga vivendo de alegria ou agonia... Eu sigo vivendo da minha alegre e agonizante poesia.
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP